Biografia

O violonista Henrique Neto é representante da nova geração de artistas que vêm delineando e inovando os rumos da música instrumental brasileira. O interesse pela música veio de dentro de casa, por meio de seu pai, Reco do Bandolim, que lhe ensinou os primeiros acordes. Em seu trabalho, Henrique busca a valorização da música de seu país através de arranjos e composições marcados principalmente pelo choro e pelo samba, mas sempre mantendo um diálogo enriquecedor com o jazz e a música de concerto. Ao longo de sua carreira como músico contratado do Clube do Choro de Brasília, reuniu uma vasta experiência dividindo o palco com artistas consagrados da MPB como Dominguinhos, Sivuca, Hamilton de Holanda, Sebastião Tapajós, Paulinho da Viola, Hermeto Paschoal, Paulo Moura, Sivuca, Armandinho Macedo, Manasses, Guinga, Carlos Malta, Henrique Cazes, Sombrinha, Vittor Santos, oswaldinho do acordeom, Deo Rian entre outros.

Ocupa também o cargo de Vice-Diretor da Escola de Choro de Brasília, instituição com mais de 1.100 alunos, que vem desenvolvendo um importante papel para a formação e lançamento de novos chorões, consolidando Brasília como a capital nacional do choro e contribuindo para a preservação desse patrimônio cultural brasileiro.

Ao longo de sua carreira violonística Henrique Neto vem participando de diversos festivais de música no Brasil e no exterior, onde se apresentou em mais de 15 países entre eles Dubai, Uruguai, Argentina e Peru, Estados Unidos, canada, Espanha, Eslováquia, Austria, China, Portugal e Alemanha. Em 2007 apresentou-se como solista do “Festival de Música de Pulso e Pua”, em La Coruña, na Espanha. No mesmo Festival atuou no grupo de base da cantora Sandra Duailibe, indicada para o Prêmio Grammy Latino de Música. A convite do clarinetista Ricardo Dourado, professor do Departamento de Música da Universidade de Brasília (UnB), participou em 2007 de shows organizados pela Michigan State University (EUA).

No início de 2008 foi indicado pelo violonista Guinga para representar o Brasil no Festival Mundial de Jovens Virtuoses, realizado em Tunis. Destacou-se tocando ao lado de músicos de dez países de três continentes, tendo sido convidado a apresentar-se no prestigiado Festival de Jazz da Tunísia.

Foi vencedor com o “TRIO CAI DENTRO” do disputado festival nacional de novos talentos “GERAÇÃO MUSICAL”, sediado no Rio de janeiro e patrocinado por Furnas, que teve como premio a gravação de um CD, bolsa de estudos com o professor húngaro Ian Guest e uma turnê por 8 capitais do Brasil.

Em 2010 fez uma turnê para os EUA, onde se apresentou no Kennedy Center (Washington D.C) e no LOTUS festival (Indianapolis), e também para o Canadá, onde tocou em Quebec em apresentações realizadas na universidade LAVAL

No ano de 2011, foi convidado com o grupo CHORO LIVRE para integrar a comitiva da presidente Dilma para viagem à China, com a função de mostrar ao público oriental um pouco da música brasileira. As apresentações sem deram em Pequim e Shangay e tiveram grande repercussão nas mídias chinesa e brasileira.

Em 2012, fez uma temporada de shows nas cidades de Portland e Port townsend (EUA), onde foi professor convidado de violão e participou de shows ao lado de grandes músicos entre eles Jovino Santos e Anat Cohen.

Com apoio da secretaria de cultura do DF, excursionou por 5 cidades de Brasília com o show “caminhos abertos” e, além dos shows, ministrou palestras sobre o Choro e o violão de 7 cordas, em escolas para alunos de ensino médio. Nesse mesmo ano, realizou apresentações musicais com o CHORO LIVRE em projetos relacionados à copa do mundo.

Desde 2006, Henrique é professor de violão da Escola Brasileira de Choro Raphael Rabello e é licenciado em música pela Universidade de Brasília.

Já se inscreveu na lista do Blog?

Não!?

O assinante participa de promoções exclusivas e ainda

fica atualizado com os novos conteúdos do Blog.